eu nunca disse coisas
querendo que elas se misturassem com o vento
que virassem o ar que tu respiras
que minhas palavras virassem teu perfume favorito

eu nunca falei coisas
querendo que se tornassem caminho a ser trilhado
que fossem cortinas a esconder a luz em demasia
que fossem um divã onde pudera pousar a cabeça

eu nunca fiz coisas
com o intuito de arrancar um sorriso do nada
de abraçar a alegria pura em fim de túnel
de circundar o universo por um beijo

eu já fiz o que faço agora
eu já espalhei palavras como serpentinas
já escrevi inúmeros versos sem rima
mas eu nunca quis tanto as dizer

09/07/07

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: