Ao meu amor, com carinho

tu vieste e tudo mudaste:
minhas falas, meu tato,
o modo de fumar meu cigarro,
que, de fato,
começar tu me fizeste.

e entre nossos hiatos,
o interlúdio de teus atos,
via as cores de tuas vestes.
cortinas de teatro
que cobriam tua pele.

foste sempre minha cerne
e eu lhe fui sempre um fardo.
caminhando no terreno vasto
a perseguir os teus percalços
e curar-te de teus vermes.

foste a mim o maior afago
ao dormir em teu colo celeste
a aguardar pelo dia ao teu lado;
estamparmo-nos ao mesmo retrato;
dormir de encontro ao cipreste.

não te amo desde o parto,
porém na sala, ou no quarto,
qualquer lugar que estiveste,
hoje me faço grato,
pois ao te amar
nasci novamente.

Advertisements

2 thoughts on “Ao meu amor, com carinho

  1. Pingback: Melhores textos « Like Dylan…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: